Home » Main » Bitcoin pode ser usado para comprar passagens aéreas

Bitcoin pode ser usado para comprar passagens aéreas

A partir de a última terça-feira (26), os órgãos e entidades do governo federal voltaram a adquirir passagens aéreas de modo direto das companhias que operam os voos domésticos. De acordo com o Ministério da Economia, com o fim da mediação das agências de viagens, a economia pode alcançar a R$ 15 milhões ao ano.

O presidente Jair Bolsonaro destacou a providência hoje (28), em folheto em sua conta no Twitter. “ Isto representa diminuição de cerca de 18% de economia [ em correlação ao modelo de agências de viagens]. A estudo de preços será feita pelos órgãos do Executivo, com a escolha do entrada de menor valor ”, escreveu.

De acordo com o Ministério da Economia, o governo aparecia suspenso de realizar essa cirurgia por causa de ao fim do tempo que dispensava a acúmulo na fonte dos tributos sobre passagens compradas, a partir de Cartão de Pagamento do Governo Federal (CPGF). Dessa maneira, os órgãos públicos tinham de adquirir a partir de agências de viagem.

Estudo de preços

A permissão do retirada dos tributos esteve em validade de 2014 até dezembro de 2017 ( Princípio 13.043/14) e em seguida foi prorrogada até junho de 2018. Agora, com a folheto da Providência Provisória Nº 877/19, o governo federal deixa de novo de reter na fonte os tributos sobre as passagens compradas com o CPGF, similarmente chamado de cartão corporativo.

As companhias credenciadas para entrega de passagens de modo direto ao setor público federal são Avianca, Cerúleo, Gol, LATAM e MAP Linhas Aéreas.

A estudo de preços será feita pelos órgãos e entidades do Executivo Federal, com a escolha do entrada de menor valor e aplicação automática dos percentuais de redução estabelecidos pelas companhias aéreas.

Passagem

De acordo com a Economia, na execução, é como se os órgãos realizassem uma licitação a cada entrada adquirido. Todas as pesquisas e escolhas de viagens ficam armazenadas no Sistema de Concessão de Diárias e Passagens (SCDP) para pospositivo consulta, audição e investigação pelos gestores.

O indivíduo pode acessar as informações sobre viagens realizadas a serviço por pessoal públicos, servidores, militares e colaboradores do governo federal por meio da ferramenta Visão de Viagens.

Uma empresa aérea de voos compartilhados está aceitando o Bitcoin como maneira de pagamento. Dessa forma, os usuários poderão usar a espécie digital para pagar por passagens aéreas por meio da Flapper.

Produtos e serviços são cada vez mais oferecidos a partir de criptomoedas. Os ativos digitais estão conquistando diversas companhias que estão adotando-os como uma nova maneira de pagamento. Dessa forma, usuários de criptomoedas são capazes de utilizar seus acervo como pagamento até para viagens de avião.

Flapper passa a pegar Bitcoin como maneira de pagamento

A Flapper é a primeira empresa do setor a pegar criptomoedas como maneira de pagamento no Brasil. Em todo o mundo, a parentela é a terceira a usar essa nova forma de pagamento que aos poucos conquistam companhias do setor vôo.

Dentre as inúmeras benefícios na uso de criptomoedas como maneira de pagamento, a rapidez na certificação dos dados é uma das grandes benefícios. Este é um dos grandes diferenciais da tecnologia blockchain e dos pagamentos em criptomoedas como o Bitcoin, por exemplo.

Em uma atual depoimento para o Airway, o diretor-chefe de tecnologia da empresa comentou sobre as novidades dos pagamentos em criptomoedas. Arthur Virzin é (CTO) da Flapper e tirou um comparativo entre outras formas de compensações no mercado.

Ainda que pagamentos com criptomoedas também seja pouco genérico no Brasil, este conceito está mudando nos últimos 2 anos. Com mais estabelecimentos e serviços aderindo a esse tipo de pagamento, as criptomoedas tendem a se democratizar no país.

E tudo indica que a Flapper será capaz de ajudar com essa expansão do mercado criptográfico. A empresa passou a pegar o Bitcoin como maneira de pagamento ao longo o alvoroço de 2019. Isto resultou no mesmo hora que a empresa inaugurou seus serviços de voos privados para o nordeste e o sueste.